Por meio de parcerias com instituições em capitais como Mato Grosso do Sul e São Paulo, a mental healthtech leva o tema saúde mental como para gestão de saúde populacional

Em meio a pandemia, o tema saúde mental foi colocado no centro de diversas empresas. Nesse cenário, a Bee Touch, mental healthtech que mensura e prediz riscos psicossociais por meio do uso de dados e da tecnologia, contabiliza crescimento de 75% de março de 2020 a março de 2021. Além disso, a plataforma de avaliação psicológica pioneira utilizada pela startup, a AVAX Psi, teve um crescimento de  38% na sua utilização.

Quanto às vidas cobertas, já são mais de 300 mil alcançadas por meio de parcerias com instituições do Mato Grosso do Sul e São Paulo. Na primeira, a Bee Touch realizou um monitoramento digital de saúde mental com advogados da CAAMS da OAB/MS. Os resultados do trabalho apontaram que por conta do impacto da crise pandêmica e do teletrabalho, os advogados desenvolveram problemas como problemas de sono, ansiedade, estresse demasiado, acúmulo de funções, entre outras questões emocionais exacerbadas pela crise pandêmica. Em virtude disso, neste mês, foi lançada a Plataforma de atendimento psicológico “LegalMente”, para à advocacia do MS.Em São Paulo, a startup também desenvolve um trabalho,  de atendimento psicológico remoto baseado em dados,  junto  à CAASP da seccional paulista da OAB, a maior do Brasil. Desde o início da pandemia quando foi lançada,  já foram realizadas  mais de 2000 consultas on-line e 21 mil acessos na plataforma “CAASPsico”, desenvolvida pela startup.

Ainda neste semestre, há expectativa de um aumento de pelo menos 50% na cobertura de vidas, com a entrada de novas empresas no portfólio da startup. Principalmente, pelo aumento da procura por soluções técnicas para a gestão digital de saúde mental corporativa, como o monitoramento digital de saúde mental. O faturamento, por sua vez, deve triplicar em 2021.