Ação vai beneficiar crianças e adolescentes da Fundação Iniciativa, que acolhe menores vítimas de negligência ou violência

O projeto “Cuidar Bem”, desenvolvido por jovens entre 16 e 18 anos, vai levar cuidado a crianças que vivem em uma casa de acolhimento em Curitiba. Para recuperar a autoestima dos abrigados, alunos do 2º e 3º anos do Colégio Positivo - Internacional, em Curitiba, arrecadam, até 9 de julho, produtos aos quais, normalmente, essas crianças não têm acesso, como kits de maquiagem, brinquedos e guloseimas que não compõem a cesta básica.

Organizados em grupos, os estudantes vão destinar todas as doações à Fundação Iniciativa, que cuida de crianças e adolescentes com idades entre três e 18 anos e que foram separadas de suas famílias devido a denúncias de negligência e/ou violência. A ideia é proporcionar momentos de descontração e autocuidado como forma de recuperar uma autoestima que, muitas vezes, está muito combalida. A estudante Paola Nogaroli, uma das responsáveis pelo projeto, explica que uma das preocupações é entregar presentes individuais, pensados para cada um dos beneficiados. “No caso das maquiagens, por exemplo, nós pedimos fotos das meninas atendidas pela Fundação. Assim foi possível saber que tons de maquiagem precisaríamos providenciar para cada uma delas”, conta.

Além de entregar as arrecadações, os grupos estão preparando tutoriais e workshops para ensinar as crianças a usar os produtos doados. “Uma das minhas colegas vai gravar vídeos mostrando como usar cada um dos itens que estarão nos kits de maquiagem. Assim, as meninas podem aproveitar melhor esses itens”, detalha Paola, que também vai gravar conteúdo falando sobre cabelos crespos e cacheados. “Eu nasci com o cabelo muito cacheado e levei anos para entender o que ficava bom nele. Então, vou ensinar alguns truques que podem ser feitos com os produtinhos de higiene que vamos entregar e alguns penteados que funcionam para esse tipo de cabelo”, completa.

Doação e aproximação

A ação é parte da disciplina de CAS (Creativity, Activity and Service), que estimula os estudantes a desenvolver trabalhos voltados à comunidade. Depois de conversar com a presidente da Fundação Iniciativa, os jovens perceberam que poderiam contribuir com uma realidade muito diferente daquela que eles experimentam.

Por isso, a intenção dos jovens, principalmente com os tutoriais, é gerar uma aproximação entre essas realidades e mostrar, de alguma forma, que há muitas pessoas dispostas a ajudar. “Ficamos sensibilizados com essas crianças e adolescentes que, em muitos casos, têm a mesma idade que nós. Então, pensamos em uma maneira de ajudar a resgatar um pouquinho daquilo que elas perdem quando vão para o abrigo, que é essa proximidade”, afirma Paola.

Brinquedos, roupas, calçados, cobertores, livros infanto-juvenis, produtos de higiene pessoal e guloseimas também estão entre os itens arrecadados pelo projeto. Produtos que fazem parte da cesta básica não são o foco, porque esse tipo de alimento já é fornecido à Fundação. A ideia é mesmo entregar biscoitos, doces e outras delícias que as crianças adoram, mas que estão fora dessa relação básica. Esses e os demais produtos podem ser deixados na caixa de doações que está na recepção do Colégio Positivo - Internacional, que fica dentro do campus da Universidade Positivo. Já para os itens de maquiagem, os alunos preparam curso de automaquiagem e, com o valor arrecadado a partir da inscrição, será possível preparar kits personalizados com produtos novos.

Serviço

Projeto “Cuidar Bem”

Quando doar: até 9 de julho

O que doar: brinquedos, roupas e calçados para crianças de três a 18 anos, cobertores, produtos de higiene pessoal, livros infanto-juvenis e/ou valores em dinheiro para aquisição dos kits de maquiagem

Onde doar: no Colégio Positivo - Internacional, Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza 5300, dentro do campus da Universidade Positivo

Sobre o Colégio Positivo

O Colégio Positivo compreende oito unidades na cidade de Curitiba, onde nasceu e desenvolveu o modelo de ensino levado a todo o país e ao exterior. O Colégio Positivo - Júnior, o Colégio Positivo - Jardim Ambiental, o Colégio Positivo - Ângelo Sampaio, o Colégio Positivo - Hauer, o Colégio Positivo - Internacional, o Colégio Positivo - Água Verde, o Colégio Positivo - Boa Vista e o Colégio Positivo - Batel atendem alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, sempre combinando tecnologia aplicada à Educação, material didático atualizado e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários. Em 2016, o grupo chegou em Santa Catarina - onde hoje fica o Colégio Positivo - Joinville e o Colégio Positivo - Joinville Jr. Em 2017, foi incorporado ao grupo o Colégio Positivo – Santa Maria, em Londrina (PR). Em 2018, o Positivo chegou a Ponta Grossa (PR), onde hoje está o Colégio Positivo - Master. Em 2019, somaram-se ao Grupo duas unidades da escola Passo Certo, em Cascavel (PR), e o Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu (PR). Com a aquisição do Colégio Vila Olímpia, em Florianópolis (SC), o Colégio Positivo passa a contar com 16 unidades de ensino, em sete cidades, no Sul do Brasil, que atendem, juntas, aproximadamente 15 mil alunos desde a Educação Infantil ao Ensino Pré-Vestibular.