Analistas afirmam que investimentos corporativos em Nuvem Pública aumentarão nos próximos anos

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, prevê que os gastos mundiais com serviços de Nuvem Pública deverão totalizar US$ 304,9 bilhões em 2021, o que representa um crescimento de 18,4% quando comparado aos US$ 257,5 bilhões movimentados este ano. “A pandemia de COVID-19 confirmou os diferenciais e a proposta de valor das soluções em Nuvem”, afirma Sid Nag, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “A capacidade de utilizarmos modelos Cloud escalonáveis para obter eficiência de custos e continuidade de negócios está impulsionando as organizações a acelerarem seus planos de Transformação Digital. Agora mais do que nunca, o aumento do uso de serviços em Nuvem Pública reforça o ‘novo normal’.” Os analistas afirmam que a proporção das despesas com Tecnologia da Informação (TI) em serviços de migração para a Nuvem será acelerada após a crise ocasionada pelo coronavírus. A expectativa é que ambientes Cloud representem 14,2% do total de gastos de TI do mercado corporativo em 2024, diante de apenas 9,1% registrados em 2020.

Embora o Software como Serviço (SaaS) continue sendo o maior segmento do mercado, com previsão de movimentar US$ 117,7 bilhões em 2021, os serviços de infraestrutura de aplicações (PaaS – do inglês Platform as a Service) também deverão ter um crescimento expressivo, registrando uma alta de 26,6%. O aumento do consumo de PaaS será impulsionado pela necessidade dos funcionários remotos precisarem acessar uma infraestrutura de alto desempenho, rica em conteúdo e plenamente escalonável para realizar suas tarefas, incluindo conexão a modernas aplicações e sistemas nativos em Nuvem.

“A pandemia de COVID-19 forçou as organizações a se concentrarem rapidamente em três prioridades: preservar o dinheiro e otimizar os custos com TI; apoiar e proteger uma nova força de trabalho, que está remota; e garantir a resiliência dos negócios”, diz o analista do Gartner. “Investir em Nuvem tornou-se um meio conveniente de atender essas três necessidades”. Além disso, pesquisas do Gartner indicam que quase 70% das empresas que já utilizavam os serviços em Nuvem planejam aumentar seus gastos com Cloud Computing, após a interrupção causada pela pandemia.

À medida que as companhias aumentam seus investimentos em mobilidade, colaboração e outras tecnologias e infraestruturas para o trabalho remoto, o Gartner afirma que o crescimento da

Nuvem Pública será mantido até 2024. A tendência crescente de fornecedores de serviços em Nuvem, em parceria com companhias de telecomunicações, para estender o seu alcance e oferecer suporte à força de trabalho híbrida também pode levar a uma amplitude do mercado. “Conforme os CIOs pensam de forma mais estratégica sobre como lançar as bases de suporte a um retorno ao crescimento após a estagnação, fica claro que a mudança para o digital e serviços associados terão um grande papel para as organizações no futuro”, explica o analista. “A adoção da Nuvem, portanto, irá se tornar um importante meio para se manter à frente do mercado, em um mundo pós-COVID-19, focando em agilidade e contatos digitais.”