Concurso cultural gratuito acontece entre 25 de outubro a 19 de novembro para alunos e professores do Ensino Médio

Ter consciência sobre os gastos financeiros reflete em uma vida financeira mais equilibrada. A partir deste propósito, o despertar para uma relação mais adequada com o dinheiro e outras questões que envolvem a Educação Financeira já são levadas às salas de aula como matéria da grade escolar desde 2020, ano em que o Ministério da Educação (MEC) tornou a disciplina obrigatória, como parte da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Somado a isto, 61,4 milhões de brasileiros estavam com o “nome sujo” ou com dívidas atrasadas, ao fim de 2020, como indica o Serasa Experian, instituição focada em análise de crédito. Outro dado expressivo, de acordo com o levantamento do Instituto locomotiva XPEED/XP, realizado com 1.500 pessoas em outubro de 2020, três em cada dez brasileiros passaram a atrasar mais o pagamento de contas durante a pandemia e 51% disseram estar insatisfeitos com a situação financeira atual.

Os dados são preocupantes e a discussão sobre gerir finanças segue uma pauta urgente para os estudantes de ensino médio, que precisam, cada vez mais, pensar nas equações dinheiro x gastos. Atento a estas questões, o Instituto XP, que tem como missão educar financeiramente 50 milhões de pessoas, juntamente da edtech ChatClass, que visa revolucionar a educação por meio do uso de aprendizado via chat, realizam entre 25 de outubro a 19 de novembro o concurso cultural gratuito Torneio de Educação Financeira.

Voltada para estudantes do 9º ano e Ensino Médio das redes pública e particular, a iniciativa tem seu conteúdo alinhado à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e será aplicada 100% no ambiente digital do WhatsApp.

A tecnologia do concurso, a Inteligência Artificial (IA), é fornecida pela ChatClass, que já impactou mais de 500 mil estudantes no país, e consegue passar atividades de forma dinâmica e intuitiva pelo app de mensagens com um chatbot que enviará vídeos, áudios e imagens explicativas sobre os conceitos de educação financeira aos participantes.  O “robô” da startup também fará quizzes e perguntas de verdadeiro ou falso para testar as habilidades dos alunos e aplicará provas para entender as habilidades aprendidas no decorrer do processo.

Praticamente todos os jovens brasileiros (98%) possuem dificuldade em lidar com o seu dinheiro.  Quase 9 em cada 10 pessoas (86%) acredita que o dinheiro pode acabar com amizades, famílias e casamentos. Esse é um problema gigantesco e é urgente falarmos disso.

“Acreditamos no poder de transformação da educação financeira e que quanto mais cedo começarmos melhor será. Por isso vamos promover esse assunto de um jeito inovador, criativo e via WhatsApp - a ferramenta mais democrática no Brasil e ao alcance da maioria dos jovens. Mais do que um torneio em si, a ideia é a expansão do conhecimento. É fazer com que mais gente veja o benefício que a educação financeira promove. Educarmos esses jovens a conviverem bem com o dinheiro auxiliará em seus projetos de vida, a se sentirem empoderados e a alcançarem seus sonhos individuais. Ter consciência financeira significa mais liberdade de escolha”, pondera Marcella Coelho, Head de impacto social da XP.

Criado em março de 2021, o Instituto XP tem o objetivo de levar educação financeira a 50 milhões de pessoas em dez anos, disseminando conteúdos gratuitos. A ideia central da iniciativa é transformar a realidade atual na qual 7 entre 10 brasileiros são considerados “analfabetos financeiros” e poucas pessoas conseguem poupar dinheiro.

De acordo com o fundador e CEO da ChatClass, Jan Krutzinna, a democratização do conteúdo nas escolas é o ponto-chave do Torneio. “Nossa metodologia é rápida, intuitiva e está inserida em uma ferramenta que faz parte da rotina das pessoas. Além disso, o WhatsApp é um app free data e que não consome muitos dados do 4G”, explica Krutzinna.

Para Amaral Medeiros, Head de Growth da edtech, a parceria com o Instituto XP é importante para ampliar o contato com a rede de ensino brasileira e a união das expertises de ambas as empresas fortalece o propósito de atender à demanda pelo aprendizado sobre Educação Financeira. “É gratificante participar de um projeto como este. Agradecemos a oportunidade de estar ao lado do Instituto XP e poder compartilhar do mesmo objetivo de contribuir para a educação do Brasil", conclui.

Como funciona o Torneio de Educação Financeira

Professores e professoras de todas as matérias de escolas públicas e privadas do ensino Médio podem criar turmas. Os estudantes fazem as atividades, interagem com a Inteligência Artificial e, ao final do concurso, há o ranking com pontuação e premiação ao final.

O aluno precisa estar atrelado à turma de um professor cadastrado na plataforma para participar e as atividades poderão ser realizadas até o último dia do Torneio de Educação Financeira, 19 de novembro.

Ao final do concurso, os 75 professores e 75 alunos com melhor pontuação concorrem a notebooks, kindles e vale-compras, de acordo com a colocação por região do Brasil.

Mais informações no link.