A parceria oferece também compras programadas, entregas por delivery e lembretes de consumo para os membros da gestora de saúde

São Paulo, dezembro de 2021 - A Medipreço, startup brasileira especializada no cuidado à saúde e bem-estar de colaboradores de empresas, anunciou uma parceria com a Alice, primeira gestora de saúde do Brasil. O objetivo é oferecer aos membros da healthtech descontos em remédios e outras facilidades no tratamento medicamentoso, como compras programadas e entregas em domicílio. A ação reforça a estratégia de Atenção à Saúde Primária, valorizada pelas duas startups, que prioriza o cuidado contínuo com o objetivo de garantir a manutenção da saúde.

Por meio do aplicativo da Alice, os membros serão direcionados para a farmácia digital exclusiva da Medipreço, onde conseguirão adquirir medicamentos e produtos de saúde com até 90% de desconto em relação ao varejo tradicional. Lá também é possível programar compras e ter o controle do consumo de medicamentos crônicos ou de uso contínuo, evitando atrasos e garantindo a eficácia do tratamento. As entregas são feitas no endereço indicado pelo usuário e podem levar de 3 a 48 horas, de acordo com a escolha da pessoa.

"O setor de saúde no Brasil está muito carente de inovação. Nossa missão na Alice é tornar o mundo mais saudável e estamos fazendo isso repensando todo sistema de saúde suplementar. Assim como nós, diversas healthechs têm surgido para mudar o panorama da saúde no nosso país. Faz super sentido para Alice estarmos próximos a essas healthtechs e assim potencializar essa transformação", explica André Florence, CEO e co-fundador da Alice.

As duas startups trabalham juntas para garantir a prevenção, o tratamento e a melhor jornada de acesso aos medicamentos para os mais de 5 mil membros Alice. “A Medipreço e a Alice estão alinhadas no propósito de levar saúde, seja na prevenção ou tratamento, de forma rápida e fácil. Ambas as healthtechs utilizam a tecnologia para potencializar conhecimentos, romper barreiras e solucionar problemas. É uma disrupção no mercado de saúde e cuidado com pacientes. A atuação da Medipreço nessa parceria deve aumentar a taxa de adesão aos tratamentos médicos, já que a facilidade de compra de medicamentos garante a continuidade do procedimento”, explica Alexandre Máximo, CEO da Medipreço.

A Alice é a primeira gestora de saúde do Brasil e traz um modelo inovador que combina tecnologia, coordenação de cuidado e saúde baseada em resultados. Os membros da Alice são acompanhados por um Time de Saúde -- formado por médico, enfermeiro, nutricionista e preparador físico -- que tem o papel de apoiá-los a definirem um plano de ação mirando decisões mais saudáveis. A healthtech conta com uma Comunidade de Saúde com 10 hospitais, mais de 200 unidades de centros de diagnóstico e médicos especialistas de excelência. Nesse sentido, a Medipreço complementa essa atuação da healthtech, ajudando a manter os membros saudáveis por meio da prevenção de doenças e acompanhamento de tratamentos medicamentosos.

“As doenças crônicas muitas vezes são silenciosas e não causam sintomas importantes inicialmente. No entanto, se não forem tratadas adequadamente, podem gerar problemas mais sérios. Os dados disponibilizados no app podem apontar tendências e oferecer uma visão sistêmica anonimizada do perfil epidemiológico dos usuários. Ao possibilitar o acesso a tratamentos por meio de recomendações onlines, conseguimos manter os usuários saudáveis e em nível de atenção primária - pilar essencial do modelo da Alice, evitando assim complicações médicas”, completa Máximo.

Healthtechs em destaque

Segundo os dados do HealthTech Report 2020, relatório realizado pela consultoria Distrito, o número de startups de saúde cresceu 118% no país em dois anos, passando de 248 para 542. O progresso não para por aí, uma vez que esse nicho recebeu US$93 milhões de investimentos em 2020 - distribuídos em 42 negociações no total.


Sobre a Medipreço
A Medipreço tem o propósito de criar um mundo onde a saúde seja acessível para todos e em qualquer lugar. O benefício corporativo, disponibilizado via aplicativo, oferece aos colaboradores das empresas parceiras acesso a medicamentos e produtos de saúde com os menores preços praticados no mercado, com facilidades no método de pagamento e delivery dos pedidos. Além disso, apresenta aos gestores de RH e de Saúde das empresas parceiras uma plataforma analítica com informações anonimizadas sobre a saúde de sua população, garantindo assim a possibilidade de prognósticos, oportunidades de ações preventivas e acompanhamento de grupos crônicos.

Sobre a Alice
Primeira gestora de saúde do Brasil, a Alice tem por missão tornar o mundo mais saudável. Em fevereiro de 2021, a startup realizou a maior captação em Series B para uma healthtech no país no valor de 33,3 milhões de dólares. Lançada em 2020 por André Florence, Guilherme Azevedo e Matheus Moraes, a healthtech já recebeu 47,8 milhões de dólares de investimento desde a sua fundação dos fundos ThornTree Capital Partners, Kaszek Ventures, Canary, Maya Capital e Endeavor Catalyst. Os membros da Alice são acompanhados por um Time de Saúde -- formado por médicos, enfermeiros, nutricionistas e preparadores físicos -- que tem o papel de apoiá-los ao longo da vida, definindo um plano de ação mirando decisões mais saudáveis e os ajudando a navegar pela Comunidade de Saúde da healthtech (especialistas, hospitais e laboratórios). Atualmente, essa comunidade possui nove hospitais, mais de 200 unidades de centros de diagnóstico e médicos especialistas de excelência. A Alice oferece 30 opções de planos modulares, todos registrados na ANS, e que podem ser definidos conforme a preferência de cada membro. Os membros contam ainda com a Casa Alice, clínica proprietária da empresa desenhada para ser um espaço acolhedor, que não se parece em nada com uma tradicional.