O (Re)Conecta traz a tecnologia da edtech para cursos de educação financeira, focados na digitalização de negócios de empreendedores em situação de vulnerabilidade social no Rio de Janeiro

Conectar microempreendedores a novos meios de pagamento é o principal objetivo do (Re)Conecta, parceria entre o braço de desenvolvimento social do Grupo StoneCo; Banco da Providência e Sebrae RJ.

Agora, em sua segunda turma, a iniciativa aplica conteúdos educacionais acessíveis e adaptados à rotina de microempreendedores inseridos em contexto de vulnerabilidade social na cidade do Rio de Janeiro. A tecnologia para transmitir as aulas no aplicativo mais popular do país é da edtech ChatClass e utiliza recursos de Inteligência Artificial (IA) disponíveis no WhatsApp.

Funcionando como um “robô” de interação via áudio e texto no WhatsApp, as matérias do programa são compartilhadas dentro do app de mensagens, com linguagem simples e técnicas de gamificação.

O programa conta com 70 participantes, todos formados no Programa de Inclusão Social Produtiva do Banco da Providência - que visa a formação de microempreendedores - e atuantes nos segmentos de culinária e beleza. O (Re)Conecta consiste em uma trilha de cinco semanas de conteúdo de educação financeira focado em meios de pagamento e gestão. Concluída a primeira etapa, os participantes ainda contam com três semanas de mentoria de consultores do Sebrae RJ para aplicar, na prática, os aprendizados adquiridos.

“Como principal parceira do empreendedor brasileiro, acreditamos que o empreendedorismo é uma importante via de transformação social”, diz Augusto Lins, presidente da Stone. “E que a inclusão digital é caminho essencial para o crescimento de qualquer negócio hoje em dia”, completa.

Além da formação, os alunos receberão um kit com maquininha de cartão pré-pago e R$500,00 de capital de giro. “Até o final do ano que vem, nossa expectativa é ter auxiliado e incluído digitalmente mais de 1000 empreendedores por meio do (Re)conecta”, explica Lins.

Impacto social e resultados

De acordo com Jan Krutzinna, fundador e CEO da ChatClass, a parceria com a Stone engrandece o objetivo da edtech que é contribuir para o desenvolvimento de profissionais por meio do aprendizado via chat. “O app já está inserido na rotina das pessoas, é ágil, rápido e de fácil usabilidade. Além disso, não requer um grande plano de dados para ser utilizado. Entendemos que uma tecnologia interativa aliada ao seu potencial pode ajudar muito no processo de aprendizagem dos alunos do Programa”, finaliza.