Facilitado pela Shawee, o  objetivo do evento é  fortalecer a presença de mulheres no setor de tecnologia tornando o ecossistema inclusivo dentro e fora das corporações

Criar um espaço inclusivo virou um ponto primordial para as empresas que querem crescer e, muitas delas já compreenderam que é possível fazer isso por meio da inovação. Com o objetivo de incentivar a participação feminina nos Hackathons e aumentar a porcentagem de mulheres dentro da área de TI, a Trybe, escola focada na formação em desenvolvimento de software, e a Shawee,  empresa especializada em hackathons, irão promover, entre os dias 28 de agosto e 16 de setembro, o Mega Hack Women, evento dedicado à mulheres, que tem o objetivo de incentivar o ingresso delas  no mercado de tecnologia.

Segundo dados do IBGE, apenas 20% dos profissionais de TI são do sexo feminino.  E, em média, 34% delas ganham menos que os homens inseridos neste mesmo mercado. “O setor de tecnologia é um dos que mais crescem e deve chegar a mais de 420 mil novos profissionais em 2024. Por isso, queremos contribuir para um ambiente diverso e  inclusivo, onde as mulheres têm espaço para mostrar seu potencial”, comenta Matheus Goyas, CEO e fundador da Trybe.

De acordo com o empreendedor, o objetivo é reunir mulheres de diferentes áreas para desenvolver a criatividade e o trabalho em grupo, além de trazer diferentes perspectivas para o mercado.

O evento espera atrair cerca de  4 mil  participantes. E, para que isso ocorra, irá promover, antes e durante o hackathon, lives com palestras sobre tecnologia, produto, design e negócios. Além disso, as mentorias  serão realizadas por mulheres.

O evento é gratuito e será dividido em quatro etapas: formação de equipe; desenvolvimento - onde as mulheres começam a colocar a mão na massa e terão 09 dias para pensar, desenvolver e apresentar um projeto e um pitch no final; assessoria - que contará com diversas especialistas no setor prestando mentorias e avaliação, onde serão apresentados os projetos finais.

As inscrições vão até o dia 27 de agosto e devem ser feitas no link: https://bit.ly/2P9BkFk.

Ao final do hackathon, serão selecionadas as campeãs e distribuídos R$35.000,00 em prêmios no total. O evento é facilitado pela Shawee e, além da Trybe, conta com o apoio das fintechs Linker e Conta Black - fundada por mulheres e que também estarão participando da programação - além de empresas como Globo, Vtex, Banco BMG e SEBRAE.

Para mais informações acesse: https://bit.ly/33bn8nC.

Sobre a Trybe:

Fundada em agosto de 2019, a Trybe é uma escola que se compromete integralmente com o sucesso de seus estudantes e é referência em formação para desenvolvimento web, uma das profissões digitais mais procuradas pelo mercado. Entre os diferenciais da escola está o programa com duração de 12 meses e seis horas de aula por dia, que conta com uma série de desafios práticos para potencializar a formação dos estudantes e prepará-los para o mundo real. Além disso, a Trybe oferece o Modelo de Sucesso Compartilhado (MSC), em que a pessoa não precisa pagar nada até conseguir um trabalho que ofereça uma renda mínima. Atualmente, a escola está presente nas cidades de Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Itajubá (MG) e Florianópolis (SC) e oferece também uma modalidade 100% online.